Pharmacie française en ligne: Acheter des antibiotiques sans ordonnance en ligne prix bas et Livraison rapide.

11. professor pesquisador simone, renato e raimundo

Universidade Estadual de Goiás - Unidade Universitária de Itaberaí Anais do V Encontro de Acadêmicos de Pedagogia e Educadores A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA NA FORMAÇÃO INICIAL DO
PROFESSOR
Resumo
A formação de professores no Brasil passou por várias etapas e sofreu muitas mudanças,
até chegarmos à concepção,que vigora atualmente, de formação de profissionais críticos
e que fazem de sua prática um instrumento de pesquisa contínua. Este estudo procura
investigar a importância da pesquisa na vida do professor.
Palavras-Chave:educação a distância, educação a distância no Brasil, conceitos.
Introdução
Nos últimos anos, cresceu um amplo movimento em prol da formação doprofessorpesquisador, pois ele é um agente de mudança e produtor de conhecimentos. A pesquisa deverá ser mais um suporte que o professor terá para enfrentar as dificuldades docotidiano escolar. Oprofessor pesquisador, contudo,não poderá ser confundidocomum remédio para todos os males da educação, pois ele podeapenas contribuir para a construção de mais conhecimentos na hora de enfrentar a falta de condições para exercer suas habilidades de forma satisfatória. Resultados e Discussões:
As primeiras pesquisas em educação no país indicam que o magistério primário era uma ocupação quase exclusivamente feminina devido à desvalorização relativa da profissionalização docente, sendo suaformação pautada em características missionárias: paciência e devoção no cuidado com acriança, salário baixo, e pequena carga horária diária de trabalho. Esses fatores eram propícios para o trabalho de uma mulher de classe 1Prof. Ms. da UEG – Unidade Universitária de Itaberaí. prof.marciocastro.posgrad@hotmail.com 2Prof. Ms. da UEG – Unidade Universitária de Itaberaí. renato-gom@hotmail.com 3 Acadêmica do Curso de Licenciatura em Pedagogia, UEG – Unidade Universitária Itaberaí- simone2011correa@hotmail.com V ENAPE – As políticas educacionais no Brasil: desafios e propostas a partir do PNE Universidade Estadual de Goiás - Unidade Universitária de Itaberaí Anais do V Encontro de Acadêmicos de Pedagogia e Educadores media alta, especialmente porque esta deveriaconciliar o trabalho na escola com os afazeres domésticos.(GERALDI; FIORENTINI; PEREIRA, 1998). Com o desenvolvimento do capitalismo urbano em 1960, houve uma desqualificação do trabalhador em geral, o que trouxe a necessidade da colocação da mulher no mercado de trabalho em maior escala para ajudar no sustento da família. Neste contexto, o cargo de professora era propício, pois era possível a conciliação do trabalho na escola com as tarefas domésticas. Ao mesmo tempo,a necessidade de um grande fluxo de trabalho urbano ampliou a demanda social por escolarização básica. Já nesta época, as pesquisas colocaram em evidência o distanciamento e a impropriedade da formação de professores feita, até então, com baixa qualificação, em confronto com as novas tendências e as necessidades de uma nova escolarização básica satisfatória e de qualidade. Partiudaí a necessidade de uma formação mais especializada para atuar na educação, visando atender àstransformações sociais. Os professores, então, em sua grande maioria eram formados precariamente nos cursos normais, passaram a ter uma formação teoricamente mais sólidade forma que puderam problematizar, analisar, interpretar as exigências e problemas que o ensino, enquanto prática social apresenta nas escolas. (PIMENTA, 1994; FAZENDA, 1991; FUSARI, 1989). Essa compreensão provocou o surgimento de novas propostas curriculares para a formação de professores, tanto nas legislações quanto nas práticas dentro da escola, que eram possibilitadas por amplos programas de formação contínua. Uma das mudanças importantes ocorreu com a nova constituição do país em 1988, abrindo caminho para diversas reivindicações do movimento docente. No mesmo ano, houve a tramitação da proposta de elaboração das novas diretrizes e bases da educação nacional, chegando-se, após diversos insucessos, àLei nº 9394, promulgada em 20 de dezembro de 1996.(SAVIANI, 2005). Em1996, a formação de professores da educação infantil e das quatro primeiras séries do ensino fundamental era efetivada em nível médio. Diante dessa situação, o artigo 62 da nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), estabeleceu que a formação dos docentes para atuar em qualquer série, seja ensino infantil, V ENAPE – As políticas educacionais no Brasil: desafios e propostas a partir do PNE Universidade Estadual de Goiás - Unidade Universitária de Itaberaí Anais do V Encontro de Acadêmicos de Pedagogia e Educadores fundamental e médio passaria a ser feita em nível superior. A nova LDB, desde então, passou a exigir,a formação do professor em nível superior. A partir dos anos de 1990, as pesquisas sobre a formação de professores tiveram grandes mudanças. Passou-se, então,da concepção de professores alicerçadana racionalidade técnica, para concepção que valorizava o pensar do aluno, as suas crenças e seus valores como aspectos importantes para que se pudesse compreender o seu fazer, não apenas na sala de aula, mas em todo o contexto escolar. Daía prioridade, segundo Pimenta e Ghedin (2002), em realizar pesquisas para compreender o exercício da docência em sua formação, e também os processos de construção da identidade docente, de sua profissionalidade,seu desenvolvimento e as condições em que trabalham. E essas pesquisas visam melhorar a formação de profissionais, preparando-os cientificamente, pedagogicamente, culturalmente e humanamente. Esse processo contribuiria para formar umprofissional que fosse capaz Segundo André (2001), o movimento que valoriza a pesquisa na formação do professor é recente, e só ganhouforça no final dos anos 80, crescendosubstancialmente na década de 90. No Brasil, esse movimento, segundo André (2001), que valoriza a pesquisa na formação do docente, tomou múltiplas direções, mas podemos afirmar que a problemática é a mesma, pois todos eles valorizam a articulação entre teoria e prática na formação e na prática docente, e reconhecem a importância de aquisição de novos saberes para que se possa refletir de forma crítica sobre o papel do professor, visando melhorias na hora de execução de suas práticas de modo que ele assuma um papel ativo no próprio processo de desenvolvimento profissional. Conclusões provisórias
O professor pesquisador reflexivo é aquele que está sempre buscando novos conhecimentos através da observação, reflexão e coletas de dados, visando melhorar sua prática pedagógica. Ser professor pesquisador/reflexivo é conseguir ir além de aprendizagens mecânicas, baseadas na lógica causal, ou seja, seguir uma receita para obter um determinado resultado. Nesse sentido, a elaboração teórica é uma forma de V ENAPE – As políticas educacionais no Brasil: desafios e propostas a partir do PNE Universidade Estadual de Goiás - Unidade Universitária de Itaberaí Anais do V Encontro de Acadêmicos de Pedagogia e Educadores visão do mundo, que é refeita, atualizada por meio da reflexão, requisito fundamental para que ocorramalterações satisfatórias no processo de aprendizado, que deve O professor pesquisador/reflexivo deve reconhecer de forma competente e responsável a sua tarefa de ensinar e mediar seus alunos para que estes possam desenvolver atividades intelectuais significativas. No entanto é precisoreconhecer a importância e a complexidade da pesquisa que não deve ser confundida com o ensino. Por meio da pesquisa, sua prática será sempre inovadora, pois o contexto escolar é constituído de várias realidades e a articulação entre ensino e pesquisa dará mais segurança ao professor na hora de buscar para a melhoria de sua prática. REFERÊNCIAS
ANDRÉ, Marli; Fazenda, Ivani C. A proposta preliminar para as disciplinas
didáticas, pratica de ensino e estagio Supervisionado HEM e Cefam
. São Paulo:
SE/CENP, 1991.
____________. (org.). O papel da pesquisa na formação e na pratica dos
professores
. 4ª ed. Campinas – SP: Papirus, 2001.
FUSARI, José C; PIMENTA, Selma G. Proposta curricular da habitação magistério
2ºgrau Brasília: Fundação educacional do Distrito Federal, 1987.
______________.Proposta de reestruturação curricular da habitação magistério.
Secretaria de educação do distrito federal Brasília, 1989.
GERALDI, C.M.G., FIORENTINI, D. e PEREIRA, E.M.A. (orgs). Cartografia do
trabalho docente
: Professor (a) pesquisador (a). Campinas: Mercado de letras/ ALB,
1998.
LUDKE, M. “Combinando pesquisa e prática no trabalho e na formação de
professores”
.Ande, ano 12, n.19, 1993, p. 31-37.
PIMENTA, Selma Garrido. Estágio na formação de professores- unidade teórica e
pratica?São Paulo: Cortez, 1994.
_____________________.GHEDIN, Evandro (orgs). Professor reflexivo no Brasil:
gênese e critica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002.
SAVIANI, Demerval (2005), “Historia da formação docente no Brasil: três
momentos decisivos. Edição: 2005- vol.30-Nº02. Educação CE/UFSM/RS.
V ENAPE – As políticas educacionais no Brasil: desafios e propostas a partir do PNE

Source: http://www.bibliotekevirtual.org/simposios/2317-1421/2317-1421-a011.pdf

i.cfr.org

P O L I C Y I N N O V A T I O N M E M O R A N D U M N O . 4 0 The Israeli-Palestinian Negotiations: Aiming “Low” or “High” The Obama administration is fostering Israeli-Palestinian negotiations aimed at a full and final peace agreement. While the talks last they help calm the regional political situation, but they do nothing to improve Palestinian daily life or help build the instit

Permitted during competition

Guide to supplements and medications The article below is for information only and shall not be considered as part of the IFSS Anti-Doping regulations. Knowing what is on a Prohibited List gives a good idea of what is allowed during competition. However it is best to check. The administration of medication, while under IFSS rules, may require oversight or completion of a medication admin

Copyright © 2010-2014 Pharmacy Drugs Pdf